Praias no Espírito Santo

Um passeio por Ljubljana





   Pé na estrada e rumo à Eslovênia!


  A saída de Zagreb foi bem tranquila e a rota pela A2 é a melhor opção para uma viagem curta e segura, com aproximadamente 140km de estrada.

ZAGREB - LJUBLJANA: Mapa para reconhecimento do local.
  Na Eslovênia não se paga pedágio para circular por suas estradas, mas, precisa ter um adesivo pra circular por todo território. Ele é um tipo de tarifa única e é vendido nos postos de gasolina da estrada.  Eu comprei o meu no último posto antes de passar pela fronteira para a Eslovênia. O preço do adesivo vai depender dos dias de permanência no país sendo que é considerado como o mínimo de sete dias.

  Caso você não tenha o adesivo, será multado via online, pois há câmeras nas estradas eslovenas monitorando e fiscalizando a passagem do veículo, tipo uma estrutura de pedágio, mas você não para em nenhum guichê, só diminui a velocidade para que as câmeras possam identificar o seu adesivo.

# Procurando hospedagem em Ljubljana? Clique aqui para checar algumas sugestões.

LJUBLJANA


  Em minha programação, a hospedagem seria em Ljubljana como ponto estratégico e, durante o dia, circular pelos locais próximos para visitação. Ljubljana é a capital de Eslovênia e a maior cidade também. O símbolo do dragão marca a cidade e é retratado no brasão de armas da cidade. Diz a lenda que um dragão feroz morava em um grande lago pantanoso perto da cidade, mas os gregos o derrotaram fazendo com que ele se refugiasse na torre do castelo. Lá de cima da torre, o dragão cuspia fogo para amedrontar os habitantes com o intuito de dominá-los. Bem, a galera viaja nessas lendas! Elas chegam a ser engraçadas!


LJUBLJANA


A cidade é histórica, mas, bem jovial. Há muitos jovens circulando, as ruas são palco de expressões artísticas como o grafite e esculturas que nos remetem ao contraste do moderno com o antigo.

LJUBLJANA


LJUBLJANA: a primeira coisa que me chamou a atenção nas ruas após estacionar o carro, foi a quantidade de tênis e sapatos pendurados nos fios de energia. 

   O castelo de Ljubljana é da época medieval, mas com uma estrutura bem moderna. Sobrou muito pouco do castelo devido a um grave terremoto em 1511, por isso ele foi reconstruído com estruturas de metal e alvenaria. Há duas maneiras de chegar até o castelo, pelo funicular ou subindo uma ladeira de zigue-zagues. Os dois acessos ficam em frente à praça Vodnikov, onde, durante o dia, acontece a feira popular da cidade.

LJUBLJANA: subida para o castelo pela rua Studentovs.

LJUBLJANA: subida para o castelo pelo funicular perto da praça Krekov.

   Na bilheteria do funicular você pode decidir que tipo de ingresso comprar: somente pra subir e visitar o castelo parcialmente ou de forma integral. Acredito que a melhor forma de você conhecer um pouco da história local é visitando seus museus, então meu ingresso foi integral, permitindo além do museu, uma visita até a torre do castelo, a prisão e uma sala reservada com todos os métodos de tortura da época. Nossa, eram muitos! E de arrepiar!

Clique aqui para acessar a programação do castelo de Ljubljana.


LJUBLJANA: pátio do castelo.
LJUBLJANA: restaurante ao ar livre com pele de ovelha nas cadeiras. Imagina como não deve ser frio à noite!!


LJUBLJANA: material moderno contrastando com os muros medievais.

LJUBLJANA: escada da torre em forma circular.

LJUBLJANA: degraus da escada da torre.

LJUBLJANA: prisão do castelo.
LJUBLJANA: sala com objetos de tortura.

LJUBLJANA: exemplo de tortura.

LJUBLJANA: exemplo de tortura.

   Há muitas festividades pela cidade, principalmente durante o verão, então vale a pena conferir se alguma delas acontecerá durante a sua estadia no local. Eu aproveitei pra curtir um evento gastronômico que agitou o centro histórico da cidade. Muitas barraquinhas representando diferentes nacionalidades vendendo comidas típicas.



LJUBLJANA: evento gastronômico.

LJUBLJANA: evento gastronômico.

LJUBLJANA: evento gastronômico.

LJUBLJANA: evento gastronômico.
   Caso queira circular pela cidade via transporte público, você pode comprar o cartão do ônibus nos centros de informações turísticas, bancas de jornais ou no ponto de informação da própria empresa LPP. Você paga pelo cartão e mais o crédito que será depositado nele que poderá ser feito em todas as máquinas verdes próximas às paradas de ônibus. A máquina aceita como forma de pagamento tanto dinheiro como cartão de crédito e débito. Comprando esse cartão num centro de informações turísticas e guardando o seu recibo de compra, ao final de sua estadia na cidade, poderá pedir reembolso do valor pago pelo cartão.


LJUBLJANA: transporte público.

  Mas se quiser conhecer a cidade pedalando, você também pode. Há um sistema de alguel de bicicleta bem parecido com o que tem no Rio, a bike Itaú. Você se cadastra no site da empresa registrando o seu email e cartão de crédito, após isso, receberá um código para acessar o sistema e uma senha para ser usada quando for retirar a bicicleta na estação. A primeira hora de uso é de graça e após isso, o preço é tabelado por horas extras.


LJUBLJANA: estação da bike.




LJUBLJANA: Ponto doas estações.


  Há passeios de barco ao longo do rio Ljubljanica e caso estejam interessados, seria interessante pesquisar qual é o serviço de cada empresa e seus preços. Os barcos atracam em cais pequenos onde têm representantes no local vendendo ingressos e tirando dúvidas. A parada perto da ponte Butcher é bem movimentada sendo um ponto estratégico para comparar serviços e preços.

LJUBLJANA

  A praça Preseren é bastante popular, circulando muita gente durante o dia. Ela fica em frente a uma das entradas para a cidade antiga sendo ligada através da ponte Tromostovje ou a tripla ponte, isso mesmo, são três pontes construídas quase paralelamente fazendo um marco na arquitetura local. A praça foi nomeada em homenagem a um grande poeta da nação eslovena, tendo um monumento em sua honra.

LJUBLJANA: praça Preseren.

LJUBLJANA: Monumento ao poeta Preseren.

  A igreja franciscana se faz presente na praça Presernov com sua fachada Rosa e foi construída em meados do século XVII. Ela faz parte do cartão postal da cidade e cenários de algumas filmagens.

LJUBLJANA: igreja franciscana ao fundo com a tripla ponte em primeiro plano. 

  A catedral de São Nicolas, uma igreja barroca, que fica localizada entre as praças Vodnikov e Pogacarje da cidade velha, possui torres visíveis por toda cidade, além do destaque para as duas grandes portas de bronze. Uma representando o cristianismo ao longo dos anos na Eslovênia e a outra, retratando os recentes bispos da diocese.

LJUBLJANA: porta de bronze com os bispos da diocese. 

LJUBLJANA: torre da catedral.

LJUBLJANA: porta de bronze representando o cristianismo.

  A minha hospedagem ficava pertinho da ponte do dragão que é uma das atrações do lugar por ter os quatro dragões posicionados nos cantos extremos dela. Ela foi construída em 1848 e perto dela há uma concentração de bares com mesinhas para o canal onde você pode desfrutar o pôr do sol com uma parada para aperitivos.

LJUBLJANA: ponte dos quatro dragões.

  Para os mais alternativos, há uma rua famosa perto da estação ferroviária, a rua Metelkova. Ela fica mais afastada da cidade antiga e não tive a oportunidade de conferir, mas li que os muros das casas foram modelados através da arte e criatividade. Alguns já visitaram e acharam assustador e outros, disseram que é um lugar único para visitar. Bem, estou devendo essa visita, caso alguém que já foi e queira comentar sobre esse ponto da cidade, fiquem a vontade.

LJUBLJANA: ponte dos quatro dragões.

   A Cankerjevo Nabrezje é um dos lugares ótimos pra andar sem compromisso, contendo cafés, lojas e restaurantes ao longo do percurso e à noite, bem agitada com o público jovem. Ela fica beirando o canal, na cidade antiga.

  A ponte Cobbler ou dos sapateiros é representada por colunas dos dois lados dela e um dos acessos para a cidade antiga. Ela é famosa pois, durante a Idade Média, era um lugar de zona livre de impostos, com isso, os sapateiros trabalhavam nela aproveitando o trânsito de pessoas e não pagando impostos da cidade.

LJUBLJANA: ponte dos sapateiros.

LJUBLJANA: ponte dos sapateiros.


   A ponte Butchers é a mais recente, de 2010, e famosa pelos cadeados significando juras de amor eterno. Seu estilo moderno, com chão de vidro e esculturas do escultor esloveno Jakov Brdar faz com que ela se destaque perante as outras. Outro acesso para a cidade histórica, tendo como primeiro ponto de referência o Mercado Central.

LJUBLJANA: escultura de Jakov Brdar.

LJUBLJANA: ponte Butchers.

   O Mercado Central é onde se concentra o comércio popular da cidade, com barraquinhas de frutas, verduras, roupas, sapatos, artesanato e muitas flores.

LJUBLJANA: mercado central.

LJUBLJANA: mercado central.

   Circulando um pouco fora da cidade antiga, você chega até a praça Kongresni, um lugar muito aconchegante, com muitas árvores e espaço amplo dividido, de um lado para eventos musicais, e do outro, para passeio entre as árvores. O consulado brasileiro se localiza nessa praça, além de banheiros no subterrâneo, lojas, restaurantes, o prédio do Parlamento e a loja da Apple.

LJUBLJANA: praça Kongresni e a embaixada brasileira.

LJUBLJANA: praça Kongresni.

LJUBLJANA: praça Kongresni.

LJUBLJANA: praça Kongresni sendo preparada para um evento musical à noite e o castelo ao fundo.


   Para os amantes de cervejas, há visitas guiadas pela fábrica da cervejaria Pivovarna Union,  para conhecer o processo de criação da bebida além da degustação. A visita precisa ser reservada com antecedência.

  Próxima parada, Lago Bohinj



  Seguem os links de outros passeios pela Eslovênia:




Nenhum comentário

Obrigada por sua mensagem!