PINTEREST

O que fazer em Dubai?



Olá pessoal,

O Alex Sava ama viajar e, há pouco tempo, fez uma viagem incrível para os Emirados Árabes. Nesse post "O que fazer em Dubai?", ele compartilha conosco as suas impressões sobre essa linda viagem. 

Vocês podem achar mais informações e fotos do Alex na conta do Facebook Alex Sava




Dubai, a realização de um sonho!


Dubai sempre me pareceu distante, excêntrica e sofisticada. Na verdade é um pouco de tudo isso e muito mais. Minha viagem até lá se iniciou com a aquisição de um cruzeiro pelo Golfo Pérsico. Desta forma, uni a minha paixão por cruzeiros à curiosidade de conhecer o mundo árabe.



Um pouco da cultura árabe e os costumes em Dubai

Infelizmente não existe uma cultura genuinamente árabe como em outros países do oriente médio. A resposta para isso é muito simples: apenas cerca de 15% da população é nativa (emirate), os outros 85% são estrangeiros que vieram à trabalho, sendo sua maior parte de indianos.

Nas ruas encontramos os mais variados trajes, mas para nós ocidentais é sempre impactante observar os homens vestindo a “kandora” e as mulheres com suas abayas.

Cuidado: não se empolgue muito com as fotos, pois se clicar as senhoras para registrar os seus trajes poderá lhe trazer alguns problemas com a polícia.


Qual é a língua oficial em Dubai?


Em relação ao idioma, todas as placas estão em árabe e inglês. Mesmo com pouco domínio da língua britânica, você não terá problemas em se comunicar pois todos estão sempre dispostos a ajudá-lo.

Qual é a moeda em Dubai?


A moeda local é o Dirhran (AED). Sugiro que leve dólares para fazer o câmbio (US$ 1,00 = AED 3,673), que é fixo e só terá alguma variação menos benéfica nos hotéis.



Atenção: muito importante que certifique-se que está levando notas novas. Algumas casas de câmbio tem uma cotação menor ou simplesmente não aceitam as verdinhas mais antigas.

Vale a pena fazer compras em Dubai?


As roupas, calçados, eletrônicos, restaurantes, passeios e itens de supermercado são mais caros dos que encontrei na Suíça.



Dica de compras: nos mercados do centro (souks), você pode encontrar ótimos preços nos produtos típicos, como: tapetes, trajes, lenços/pashiminas, especiarias, porcelanas, entre outros. Mas fique atento para negociar, pois nenhum item possui etiqueta com preço e o preço final vai depender da cara do freguês.



Fica a dica: os vendedores são insistentes, pois tentam vender os itens de seu interesse e os que você não deseja comprar. Ter paciência e jogo de cintura nessa hora é fundamental.

Pode beber bebida alcoólica em Dubai?


Por se tratar de um país muçulmano, é extremamente proibido consumir bebida alcoólica em locais públicos, e elas não são vendidas em supermercados. Você só poderá tomar qualquer bebida alcoólica em alguns hotéis e restaurantes que possuem aprovação governamental.

Os impostos que incidem sobre as bebidas são altíssimos, por isso, recomendo fortemente que compre suas bebidas assim que chegar ao aeroporto (free shop) e consumi-las somente dentro de seu quarto. Fiquem atentos porque você poderá ser preso se beber em local público!

Precisa de visto para Dubai?


No momento não é mais necessário ter que retirar e pagar o caro visto para os Emirados Árabes Unidos, país do qual Dubai faz parte como semi–emirado.

Uma ótima notícia porque o processo era de certo modo complexo e me fez perder um bom tempo com os procedimentos.



Como chegar em Dubai?

Existem várias companhias que fazem o trajeto Rio-Dubai, mas a única “non stop” é a Emirates Airlines. Em média, pode-se considerar cerca de 14 hs para ida e quase 15hs para a volta. A Emirates é famosa por sua qualidade de serviços, sendo considerada como a 1ª do mundo neste quesito.  Mas, para ser bastante honesto, classe econômica é sempre classe econômica, então não se iluda muito com a classe econômica da Emirates.



Como andar em Dubai?


1- Carro:

Se você tem interesse em alugar um carro terá que antes providenciar a PID (Permissão Internacional  de Direção), visto que a nossa CNH (Carteira Nacional de Habilitação) não tem validade no emirado

Não é nada complicado e você poderá encontrar maiores informações no site do Detran.  As ruas e estradas são impecáveis e muito bem sinalizadas, mas aconselho usar o GPS pois a cidade vive em constante mutação e até mesmo os nativos não deixam o seu GPS guardado em casa.


2- Taxi:

Caso não queira dirigir, use e abuse dos táxis, pois são práticos e muito mais baratos se comparados ao Brasil. Os de cor rosa são guiados exclusivamente por mulheres.


3- Metrô:

As estações são impecavelmente limpas (aliás, como tudo por lá), os trens são conduzidos remotamente e sua malha atinge grande parte do setor turístico, com ótimas conexões entre elas. Você poderá comprar os tickets diretamente nas estações, mas o preço não é dos mais convidativos e acaba valendo a pena, à partir de 3 pessoas, pegar um táxi.

O que fazer em Dubai?


Há décadas atrás, quando o sheik de Dubai soube que a prosperidade do petróleo teria sua finitude em um futuro breve, foi visionário e usou sua fortuna para transformar o emirado em um destino turístico de luxo.




Por estar em constante mutação, seria impossível fazer uma listagem fiel de todas as atrações da cidade, mas acho que os brasileiros tem grande predileção pelos passeios abaixo:

1- Burj Khalifa: 

O mais alto/maior edifício do mundo da atualidade, é praticamente impossível não vê-lo enquanto você se desloca pela cidade. Imponente como poucos, com mais de 800 metros de altura e 160 andares, o prédio pode ser visitado tanto durante o dia como à noite.

Fiquem atentos: no final da tarde a tarifa é mais alta, devido a grande demanda para ver o pôr do sol. Infelizmente não é possível chegar até o topo como se imagina, e existem dois tipos de tíquetes: simples (andares 124/125) e vip (124/125 e 148).

O elevador (precisa dizer que é o mais rápido do mundo?) sobe até o andar 124 em apenas um minuto, durante o qual são projetadas luzes e música enquanto sobe.  

Eu optei pelo horário noturno, porque comprei um pacote que incluía um jantar no Gym Club, um terraço no próprio Burj e desta maneira, nós pudemos ver também o show das águas dançantes, que ocorre logo abaixo e é imperdível.



Importante dizer que a entrada é pelo Dubai Mall (o maior shopping do mundo), onde você poderá aproveitar para conhecer também. 

2- Burj Al Arab:

O icônico prédio em forma de vela é na verdade um hotel 7 estrelas. Você poderá tirar belas fotos do lado de fora do prédio, mas não tivemos sorte, pois no dia, o tempo estava nublado com ameaças de chuva, um evento raro por lá.



Dica: caso queira conhecer o hotel por dentro, sem ter que se hospedar, a única opção é reservar um lugar em um dos seus restaurantes, mesmo que seja o pacote básico para o chá da tarde.

3- Atlantis Aquaventure Park: 

Ele está localizado em outro famoso hotel (Atlantis), na ponta da "palmeira" no arquipélago The Palm. É diversão garantida para crianças, jovens e adultos, cujas atrações tem vários níveis de dificuldade.



Eu recomendo que compre o ingresso pela internet, pois assim terá um desconto de, pelo menos, 10% na entrada

Lembrando que o empreendimento cobra por alguns itens extras, como: locação de toalhas (leve as suas para não ter que pagar), locker (guarda volumes), Gopro (celulares e câmeras convencionais não são permitidas nos brinquedos), lanches e petiscos (leve também os seus, assim poderá economizar um bom dinheirinho!).



O local é extremamente limpo, sinalizado e com um monte de guias e salva-vidas  espalhados por todos os lados. A segurança é um ponto muito importante nos Emirates.

O que fazer de GRAÇA em Dubai?

4- JBR Beach: 

É um agradável passeio gratuito em Dubai, pois tem uma excelente infraestrutura. A praia fica próxima ao Dubai Marina, com calçadão, várias lojas, quiosques, restaurantes e locais para tomar uma ducha, trocar de roupa após a praia (pago à parte), além de muitos jovens circulando por todos os lados.



Para que você tenha ideia do nível de excelência do serviço, parte do chão é emborrachado (para evitar que alguém escorregue) e há dezenas de funcionários varrendo toda aquela areia, constantemente.



A viagem para Dubai não é uma viagem econômica, pois você paga por quase tudo, mas você pode ter a certeza que os serviços oferecidos são dignos de verdadeiros sheiks. :-)



Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:

1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 

 


2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.










Nenhum comentário

Obrigada por sua mensagem!