Praias no Espírito Santo

O que fazer no Parque das Cataratas de Foz do Iguaçu?


O Parque das Cataratas foi construído para que os visitantes pudessem ter acesso às cataratas de forma tranquila e organizada.

ATENÇÃO: os hotéis em Puerto Iguazu são melhores do que no lado brasileiro. No Brasil, a hotelaria focou na hospedagem executiva, pois isso, os preços são mais caros. Já na Argentina, você encontra os mesmos valores em hotéis super confortáveis. Fiquem de olho na lista abaixo:



Formas de chegar ao Parque das Cataratas:


1-a pé, como eu fiz, pois estava pertinho dele, no Parque das Aves;

2_de carro, caso queira alugar um em sua estadia em Foz do Iguaçu;
3_de ônibus: a linha 120 é circular e faz ponto em frente ao Centro de Visitantes do parque;
4_de taxi;
5_através de agência de turismo.


  Chegando ao parque, você encontrará primeiro o Centro de Visitantes, um complexo com paradas de ônibus, taxi, estacionamento para carros, banheiros, caixa eletrônico de bancos, guichês para venda do ingresso, lojas de souvenirs, lanchonetes e uma representação da ICMBio.


   Como cheguei após o almoço, não havia filas e o centro estava bem deserto. Acredito que isso acontece pelo fato das agências marcarem suas excursões na parte da manhã.


   Então, se você tiver tempo e não está muito a fim de disputar a vista das cataratas com outros turistas, vale a pena chegar logo após o almoço no parque. O horário em si vai depender do tipo de atividade que você queira fazer no parque.
O que você pode fazer no Parque das Cataratas?
1_Trilha do Poço Preto com o Ecoaventura Macuco: passeio com tempo aproximado de 4 hs;
2_Trilha das Bananeiras com o Ecoaventura Macuco: passeio com tempo aproximado de 2h e 30min;
3_Macuco Safari: há um post especial sobre essa aventura, clique aqui;
4_Trilha das Cataratas: ela inicia-se em frente ao Hotel das Cataratas e finaliza bem perto das quedas dágua brasileiras.
    Após comprar o meu ingresso, me direcionei a plataforma de embarque onde fica o ponto final dos ônibus que circulam pelo parque. 

Esse transporte já está incluso no valor do ingresso, por isso, poderá pegá-lo quantas vezes quiser.

   As paradas de ônibus são estratégias, posicionadas bem perto das principais atrações do parque:
1_Centro de Visitante;
2_Escola Parque;
3_Poço Preto;
4_Macuco Safari;
5_Trilha das Cataratas;
6_Praça Porto Canoas.

   Minha primeira parada foi no Macuco Safari que foi registrada com detalhes em outro post: clique aqui.
   Após o passeio do Macuco, fui para a trilha das cataratas. Essa trilha tem hora para fechar e eu fui a última visitante a percorrê-la. Sugiro que perguntem logo que entrarem no parque o horário da trilha para que não percam essa atração, caso queiram fazer outras primeiro.





   É uma trilha de moderação baixa, muito tranquila de ser percorrida e com alguns mirantes para observar as quedas dáguas argentinas e brasileiras.






   O fim da trilha te leva bem perto das quedas brasileiras e muitos aconselham que levem capa de chuva, pois o vapor dàgua que é levado pelo vento faz molhar um pouco as roupas.







  Bem, eu fui num dia bastante quente e não me importei nem um pouco em me molhar, aliás, até me refrescou. Mas cuidado com a câmera, pois se ela não for `a prova dagua, pode danificar.









   Para as pessoas que estiverem visitando o parque durante o inverno, sugiro que levem a capa, pois não deve ser nada agradável ficar molhado e sentir frio.





  Parei para tirar algumas fotos durante todo o percurso até ser convidada para encaminhar-me até o ônibus... kkkk... 
















  O parque já estava fechando e eu fui na última leva de visitantes a pegar o ônibus, que levaria todos para o Centro de Visitantes.



   O dia foi corrido, mas foi incrível! Cheguei a Foz do Iguaçu com a corda toda e com muita vontade de conhecer os lugares que foram indicados por amigos e familiares!


Seguem links de outros passeios para Foz do Iguaçu e Argentina:


Nenhum comentário

Obrigada por sua mensagem!