PINTEREST

10 ideias de bate-volta a partir do Porto


Portugal acaba sendo um dos principais destinos dos brasileiros na Europa. Dizem que isso ocorre devido à colonização portuguesa no Brasil, mas, hoje em dia, há outros fatores que influenciam no aumento da demanda por Portugal, como o preço da passagem aérea, além das lindas paisagens que habitam nesse pequeno território europeu.

Visitar a terrinha portuguesa é sempre uma boa pedida, pois, se você considerar que além de conhecer lugares diferentes (cada região possui a sua característica própria), ainda pode experimentar a verdadeira comida portuguesa regada por saborosos vinhos.

Para que a sua viagem seja um sucesso, sugiro que faça um PLANEJAMENTO de viagem. Nós sabemos que é importante sair da rotina durante as férias, para descansar a mente, mas, ter uma programação de viagem é fundamental para que você não DESPERDICE dinheiro.

No final do post, você pode encontrar dicas de como eu faço para pesquisar preço de Seguro de Viagem e Aluguel de Carro. Fiquem de olho na melhor opção para o seu bolso.

Vejam também outros posts sobre Portugal:


Neste post, eu falarei sobre “10 ideias de bate e volta a partir do Porto”. A cidade do Porto é deslumbrante e você pode conferir o que fazer nela nesse link. Agora, se você tem mais tempo para desbravar novas opções de turismo perto do Porto, então, vem comigo!

Quais são as cidades próximas que eu posso fazer um bate e volta a partir do Porto?

Os seus problemas acabaram kkkk…. Seguem sugestões de lugares que visitei e que valem muito a pena conhecer.

1- Vila Nova de Gaia

É um município na área metropolitana do Porto, localizada na margem do rio Douro. Uma ótima dica para quem gosta de apreciar um bom vinho. É imperdível!! 



Sabe aquele destino que tem que ir?! Mesmo para quem não liga tanto para o mundo fabulosos dos vinhos, vale a pequena conhecer, pois é uma região graciosa e cheia de charme. Falo tudo sobre como chegar e as melhores caves no post sobre Porto.




Distância do centro do Porto: aproximadamente 15min


2- Espinho (sul do Porto)

Espinho pertence ao município de Aveiro e possui uma boa infraestrutura para receber os turistas, com hotéis, restaurantes, lojas e casinos. Mas, ao meu ver, a beleza está presente na parte litorânea: as praias!




# Praia do Areal da Marinha: uma praia mais afastada da parte urbana, deserta, com passarela de madeira projetada para facilitar a chegada até a areia. Há uma vegetação dominante no lugar que lembra muito a praia do Forte e das Dunas, em Cabo Frio.

# Praia da Baía: uma praia onde as correntes marítimas não puxam tanto como as outras, pois é protegida por uma barreira grande de pedras. Geralmente frequentada pelas famílias portuguesas, com uma orla rica em restaurantes e cafés.

# Praia do Centro: ela é frequentada pelos esportistas, amantes de atividades tanto na areia, quanto no mar. Ela apresenta uma extensa faixa de areia e pode chegar rápido através da rua 33, que corta a região, até chegar na rua 2, a paralela a orla.

# Praia do Bairro Piscatório: ela é tranquila, com poucas ondas, mas em compensação, é o principal ponto de entrada e saída dos pescadores. Por isso, a qualidade da água acaba sendo duvidosa.

# Praia de Silvade: ela se transforma conforme a maré. Própria para banho durante a maré baixa, mas manter muito cuidado quando a maré estiver alta.

# Praia de Paramos: uma praia que é mais visitada pelos nativos, pois o acesso não é fácil de achar, escondida pelo Golf Club e o Aero Clube. Uma praia deserta e sem infraestrutura.

Distância do centro do Porto: aproximadamente 23 km ou 25 min de carro. Você também pode optar pelo trem, pegando o na estação de Campanhã.


3- Aveiro (Sul do Porto)

A famosa Veneza portuguesa devido aos seus canais (Ria), que cortam o centro histórico, permitindo um prazeroso passeio através dos barcos típicos da região, chamados de moliceiros.



Andar pela cidade é uma boa opção para apreciar as edificações históricas e desbravar as infinitas docerias, que vendem os incríveis Ovos Moles de Aveiro, além de outros doces deliciosos. Sim, eles são carregados numa misturinha bombástica de açúcar e ovos. Mas quem fica de dieta numa viagem simbólica a boa gastronomia portuguesa?



Vocês podem conhecer as praias também, pegando a A25 ou pegando ônibus no centro de Aveiro:

# Praia do Paredão Barra: perto do Farol (visita grátis às quartas), praia familiar, com uma boa infraestrutura, ciclovia e pouco lugar para estacionar o carro.

# Praia da Costa Nova: tem como pano de fundo as casas coloridas, que tornam a praia como uma visita obrigatória. Elas são chamadas de palheiros e eram pequenos armazéns de pescadores. Durante o verão, a praia fica lotada de turista, mas ainda é um bom ponto para fotos e assistir o pôr do sol no final do dia.

Distância do centro do Porto: aproximadamente 72 km ou 50 min de carro. Você também pode optar pelo trem, pegando o na estação de Campanhã.


4- Gafanha de Nazaré (Sul do Porto)

Fica localizada entre o centro de Aveiro e o Farol da Barra e apresenta algumas peculiaridades como uma ponte medieval, construída no final do século XI, como vestígio da existência romana na região. Um navio museu, que representa como era feita o arrastão dos peixes no mar, pela frota portuguesa. E o Forte da Barra ou Castelo da Gafanha, que já foi de grande importância para proteger a Ria e a Barra de Aveiro.

Distância do centro do Porto: aproximadamente 78 km ou 52 min de carro.


5- Ílhavo (Sul do Porto)

Quem já ouviu falar ou viu uma porcelana da Vista Alegre, sabe que ela é considerada uma das melhores porcelanas do mundo. Sim, ela é portuguesa e já produziu jogos de jantares para algumas realezas mundiais.



Você pode visitar a fábrica e comprar produtos na loja da fábrica, considerada como outlet. Durante a visita, você percorre todos os passos de fabricação, desde o tratamento da matéria prima até os moldes, passando pelo tratamento da porcelana e arte manual através da pintura minuciosa nos objetos menores, como as esculturas de pessoas e pássaros.



Distância do centro do Porto: aproximadamente 83 km ou 54 min de carro.


6- Braga (Norte do Porto)

Conhecida como a Roma Portuguesa, antes chamada como Bracara Augusta, que foi um dia a capital da Galícia (Espanha). Pode imaginar?



Dizem que Braga foi a primeira cidade construída em Portugal, por isso, possui a Catedral da Sé mais antiga do país, de 1070. O centro histórico de Braga ainda está bem conservado, podendo ser admirado e desbravado facilmente a pé. Vejam também os jardins que embelezam as edificações, quando estiverem andando pelo centro. O ponto alto da visita é o famoso Santuário do Bom Jesus do Monte, sendo o segundo ponto de turismo religioso no país.



Dica: suba de funicular para visitar a Sé, no final do dia, aproveitando para assistir o pôr do sol e desça pelas escadarias, que escondem preciosidades como fontes simbolizando os 5 sentidos e as 3 virtudes.

Distância do centro do Porto: aproximadamente 55 km ou 40 min de carro.


7- Barcelos (Norte do Porto)

O que me fez visitar Barcelos foi a incrível feira popular que acontece às quintas-feiras no Campo da República: o Mercado Settimanale! Sério! Vende-se de tudo um pouco nela, desde produtos agrícolas (estilo sacolão) até artesanato, panelas de cobre, linho e o famoso galo. Não é à toa que a cidade recebeu o título de Capital do Artesanato!



Você pode ver também o Paço dos Condes ou Duques de Bragança (um paço ducal gótico do seu XV), Pelourinho, Câmara Municipal, a Torre do Cismo da Vila ou Torre de Barcelos, a igreja do Bom Jesus da Cruz, a igreja Matriz de Santa Maria Maior, Largo do Apoio, além dos museus que são de graça, como a Casa do Peregrino e o Museu da Olaria.



Distância do centro do Porto: aproximadamente 60 km ou 45 min de carro.


8- Guimarães (Nordeste do Porto)

A cidade fica próxima de Barcelos, mas, sugiro que reserve um dia para a visita em cada cidade. Ela surgiu do século X e o Castelo de Guimarães foi uma das primeiras edificações para defender o mosteiro de Santa Maria, o ponto inicial de habitação em Guimarães.



A Capela de São Miguel do Castelo entrou para história por ter sido o lugar onde o rei Dom Afonso Henriques foi batizado; O Paço dos Duques de Bragança que já foi moradia de um dos filhos bastardos do rei, construído no século XV e hoje, é um museu e residência do presidente da república, quando visita o norte de Portugal.



O centro histórico de Guimarães foi o que mais me encantou, constituído por ruelas e praças em bom estado de conservação. 



Sugiro que visite o Largo da Oliveira (dizer ter ocorrido um milagre após a chegada de uma cruz fincada numa oliveira já morta e que ressuscitou), passar pelos antigos arcos do Paço dos Conselhos, pela Praça de São Tiago, pela rua de Santa Maria (onde moravam a nobreza e o alto clero) bem conservada e toda colorida com flores nas sacadas, ir até o Largo do Toural (a sala de visita da cidade), além do Museu Alberto Sampaio, do Parque da Cidade (cerca de 30 hectares) e ir para a Serra da Penha de carro ou através do teleférico para conhecer o Santuário da Penha e seu arredores, mergulhados na mata nativa.



Distância do centro do Porto: aproximadamente 55 km ou 45 min de carro.


9- Viana do castelo (Norte do Porto)

De todas as cidades mencionadas aqui, a mais próxima da fronteira com a Espanha. Região típica e com muita tradução guardada durante séculos. Vocês podem visitar o Santuário de Santa Luzia, localizado no ponto mais alto da cidade, podendo chegar de carro ou funicular. Passar pela Ponte Eiffel (de 1878), que une um lado da cidade ao outro, passando por cima do rio Lima. Ela foi produzida pelo mesmo arquiteto da Torre Eiffel, em Paris, com traços marcantes da estrutura metálica; O museu do traje, que é um ponto interessante, pois acentua os detalhes e significado dos trajes portugueses em cada região do país.



Eu estive em Viana do Castelo durante a Romaria Senhora d’Agonia, uma festa tradicional portuguesa, que se iniciou pela devoção à Senhora d’Agonia, em 1751, quando houve a entrada da imagem na Capela do Bom Jesus. A festa consiste muitas barracas de artesanato, carrocinhas de cachorro quente e fast food em geral, muita música, o cortejo, festa do traje (cultura sendo exibida em forma de divertimento com muita dança e música) feito de linho e com muitas cores, além dos fogos de artifício.



Podem visitar também a Praça da República, o Antigo Paços do Cocelho, a Santa Casa de Misericórdia, a Sé de Viana (construída em 1400), a igreja de São Domingos (do século XVI), o navio hospital Gil Eannes (que navegou prestando assistência para os necessitados), os Moinhos de Montedor (moinhos de pedra), além de apreciar o ouro de Viana através de suas jóias típicas.

Distância do centro do Porto: aproximadamente 74 km ou 1 hora de carro.


10- Amarante (Leste do Porto)

Ao meu ver, a primeira atração de Amarante está exposta para todos que chegam à cidade histórica, que é a ponte São Gonçalo, que reflete a sua simplicidade medieval no rio Tâmega. A primeira construção foi em 1250, mas foi destruída pelas enchentes, sendo reconstruída em 1790. Se a ponte falasse, quantas histórias poderia contar para quem passa hoje por ela em passos lentos e despretensiosos. Ela foi palco de um terrível ataque sangrento dos soldados franceses a tropa portuguesa.



A igreja e convento São Gonçalo também fazem parte do tour, localizados perto de um mercado popular, onde você pode comprar frutas frescas para comer durante o dia. Além do Museu Amadeo de Souza Cardoso, que fica localizado dentro do convento desde 1947.



Vale a pena ir nos finais de semana para vivenciar a feira popular com barracas de doces e objetos antigos. Quem gosta de antiguidades, tem a oportunidade de comprar lindas porcelanas portuguesas.

Caminhando pelo centro antigo, vocês perceberam algumas placas nas paredes, sendo ponto de anotações das cheias do rio Tâmega na cidade. A pior delas foi em 2001, quando atingiu o nível de cobrir praticamente às portas das casas.



O agroturismo está crescendo devido ao destaque na produção de vinho verde na região, incluindo a cidade na Rota dos Vinhos. Algumas quintas estão abrindo as suas portas, oferecendo hospedagem, comida caseira, passeios nos vinhedos e trilhas dentro da propriedade.

Distância do centro do Porto: aproximadamente 69 km ou 49 min de carro.




Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:

1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 

 

2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.







21 comentários:

  1. Quanta coisa interessante você trouxe pra gente! Dessa lista eu conheci só Braga. Minha passagem por Portugal foi super rápida. Mas quero voltar porque Porto me surpreende e não imaginava que as praias pudessem ser tão bonitas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maiara, tudo bom?
      As praias portuguesas estão se destacando a cada dia. Há muitos lugares bacanas para serem visitados perto da cidade do Porto. Espero que você possa voltar em breve.

      Excluir
  2. Portugal parece ser um país encantador mesmo! Adoro ler sobre os roteiros e as cidades! O fato do país ser pequeno faz tudo parecer prático e fácil de conhecer! Fora que as paisagens são lindas mesmo! Adorei o que você escreveu sobre os bate e voltas a partir de Porto! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvia, tudo bom?
      Um país pequeno, mas com muitos encantos. Sugiro que fique, pelo menos, 20 dias em Portugal, para que possa aproveitar a viagem.

      Excluir
  3. Eu AMEI esse post! Sempre pensei em fazer minha base em Porto e assim conhecer as cidades próximas. Nem preciso mais fazer o roteiro, porque esse está completo!
    Dá para ir de trem para todas as cidades listadas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane, tudo bom?
      O trem não passa em todas as cidades mencionadas nesse roteiro, mas você consegue conhecer bastante lugares de trem também. Veja o post sobre arredores de Lisboa, assim, poderá te inspirar a incluir outras cidades em seu roteiro.

      Excluir
  4. Amei seu post! Já estive algumas vezes em Portugal, mas nunca visitei o Norte! A próxima viagem para as terras lusitanas tem que incluir Porto e agora eu já tenho uma programa super completo do que fazer na região. Quantos dias você acha suficiente para conhecer o Porto e essas lindas cidades em seu entorno?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzy, tudo bem?
      Eu sugiro que reserve, pelo menos, 2 dias inteiros para o Porto e 1, para cada lugar sugerido nesse post. A viagem será bem corrida, mas, você poderá visitar muitos lugares e conhecer as peculiaridades de cada uma.

      Excluir
  5. Dani, amei as dicas de passeios.. faria os 10 com certeza!!! Concordo com você que toda viagem precisa de um bom planejamento, para evitar gastos desnecessários e também perda de tempo. Como disse amei todos, mas fiquei encantada com a Catedral de Braga ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, tudo bom?
      Esse port foi feito para ajudar os próximos viajantes quando estiverem na cidade do Porto. Planejar o tempo de viagem é fundamental! Qualquer dúvida, pode entrar em contato.

      Excluir
  6. Dani seu post está mais que completo, roteiro com principais atrativos. Estou curiosa para conhecer Aveiro e experimentar os ovos moles rs.. humm deve ser uma delícia ne´? .. Quantos dias você recomenda para esse roteiro, mas curtir sem pressa rs..?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marilisa, tudo bom?
      Amei ter conhecido cada lugar do roteiro e espero que ele possa ajudar no planejamento dos próximos visitantes.
      Para conhecer Aveiro sem pressa, sugiro que durma em Aveiro e fique, pelo menos, 2 dias inteiros. Assim, poderá circular pela cidade e conhecer a praias também.

      Excluir
    2. Oi Marilisa, tudo bom?
      Amei ter conhecido cada lugar do roteiro e espero que ele possa ajudar no planejamento dos próximos visitantes.
      Para conhecer Aveiro sem pressa, sugiro que durma em Aveiro e fique, pelo menos, 2 dias inteiros. Assim, poderá circular pela cidade e conhecer a praias também.

      Excluir
  7. Ai me bateu uma saudade lendo seu post! Estive em Porto agora em agosto e visitei algumas das cidades que sugere perto do Porto. Mas é um país muitoo rico em atrações ne! A gente precisa ficar pelo menos 1 mes pra conhecer boa parte! Vc reuniu bem as melhores opcoes!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata, tudo bom?
      Também já tenho muitas saudades de Portugal. Com certeza, para aproveitar bem o país, seria necessário tirar férias de 1 mês. Foi o que eu fiz e não me arrependo. Fui do norte para o sul, leste e oeste.. kkk... há outros posts sobre Portugal no blog.

      Excluir
  8. Que post interessante! Muito bom! Infelizmente quando estive em POrtugal, estava em conexão e por isso só consegui conhecer Lisboa, mas espero voltar brevemente e seu post será mega útil. Aveiro parece ser linda, já gamei, rs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, tudo bom?
      Tenho um post completo do que fazer em Lisboa e outro, sobre arredores de Lisboa. Muitos brasileiros fazem conexão em Lisboa, para entrar na Europa, inclusive eu.. kkk.. Vale a pena ficar alguns dias na cidade para desbravar melhor os lugares.

      Excluir
  9. Impressionante a quantidade de locais que podemos conhecer a partir do Porto. Jamais poderia imaginar. Já vou salvar seu post para quando eu for para Portugal. Ainda que eu não faça todos os locais, existe uma gama de possibilidades. Adorei mesmo suas dicas! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lé Castro, tudo bom?
      Sim, há muitas opções de passeios à partir do Porto. Eu citei os 10 lugares, que mais gostei. Fiz questão de elaborar um roteiro variado, incluindo passeio de barco, praias, visita à fábrica de porcelana entre outras coisas. Assim, o leitor pode escolher o roteiro que melhor se identifica.

      Excluir
  10. AMEI esse post. Eu penso muito em visitar Portugal no próximo ano, mas fico perdidinha com tantas opções. Fiquei feliz em saber que de uma só base da para aproveitar tantos lugares. Vi também que você tem outro post com ideias saindo de Lisboa, já vou conferir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sthefania, tudo bom?
      Fico feliz que gostou e que o roteiro possa te ajudar a planejar a viagem do próximo ano. Qualquer dúvida, entre em contato. Há posts sobre o que fazer no Porto e em Lisboa também.

      Excluir

Obrigada por sua mensagem!