Rússia: conheça São Petersburgo!



Há pouco tempo, eu acompanhei a linda viagem da Karine Rosa Sydow, uma amiga do Instagram, que desbravou a desconhecida (por muitos brasileiros) e enigmática Rússia.

A conta @ka_abroad está cheia de novidades e  com muitas dicas fresquinhas sobre cantinhos especiais na Rússia. Se você também é um curioso para conhecer um pouco mais da cultura russa, bora compartilhar as dicas da Karine com os amigos.


Obrigada Karine por compartilhar a sua viagem dos sonhos com os leitores do blog Na Mochila da Ninja! 


Primeira parada: São Petersburgo!


"Rússia, um amor antigo!

Desde pequena, eu sonhava com a Rússia e sempre fui muito fascinada pelo Lago Baikal e mais curiosa ainda pela rota da Transiberiana.

Todo mundo sabe que, por morar na Europa, viajar fica mais acessível, mas sempre fui adiando a ”trip Rússia”, até que um dia eu comecei a ler um livro sobre a história de São Petersburgo e bateu uma vontade louca de estar lá, foi inexplicável! 

Nesse mesmo instante comecei a pesquisar as passagens e o resultado foi de encher o coração.

Como ir para a Rússia?


Eu e meu marido moramos em Berlim e compramos uma passagem com três destinos:
* Tallinn, na Estônia (um dos países Bálticos);
* Helsinque na Finlândia (apenas um day trip);
* São Petersburgo, na Rússia.

Nós chegamos pelo aeroporto de São Petersburgo, através do voo saindo de Talinn, na Estônia, que durou cerca de uma hora.

a viagem foi realizada de avião. O mapa é somente ilustratico mostrando uma rota terrestre para que os leitores possam visualizar onde ficam: Berlim, Estônia e São Petersburgo

Quando ir à São Petersburgo?


São Petersburgo é uma das cidades mais famosas da Rússia. Nós fomos em março e o frio ainda estava de lascar, tudo estava completamente congelado e o cenário parecia de conto de fadas, literalmente.




Nós começamos a trip Rússia pela querida São Petersburgo, considerada a Rússia Nutella.  Peter, The Great, que foi o primeiro rei da Rússia, queria uma cidade tipo européia, ou algo melhor do que qualquer cidade que ele já tinha visitado.

Acho que ele conseguiu!! Tudo em São Petersburgo é enorme, lindo e imponente!! Além de lembrar muito algumas capitais europeias, porém na Rússia.

Quanto tempo ficar em São Petersburgo?


Nós ficamos 3 dias inteiros e 4 noites em São Petersburgo e visitamos vários lugares incríveis.

Onde se hospedar em São Petersburgo?


Nós ficamos no Chickadee Hostel, que apresenta um ambiente super cool e com uma ótima localização, ao lado de duas avenidas com infinitas opções gastronômicas, amamos a escolha!

O que fazer em São Petersburgo?

1- Free Walking Tour: 

Nós fizemos logo pela manhã. Já é um costume que adotamos nas viagens. Nós gostamos de fazer esse tour para obter uma visão geral da cidade no primeiro momento e depois, voltamos aos lugares para apreciar com mais calma.

A guia era uma russa muito fofa e muito prestativa, com foco no contexto histórico de cada ponto turístico da cidade. O tour demorou cerca de 3 horas com pausa de meia hora. 

Como no inverno escurece muito cedo, nós conseguimos ainda pegar um pôr-do-sol lindo do Forte, e melhor, andei no rio congelado. Mas, ele não é qualquer rio e sim, o rio Neva, o principal da cidade.



2- Hermitage Museum: 


Essa cidade possui muitas atrações, mas a principal delas é o famoso Hermitage Museum, uma antiga residência dos Czares russos de 1732 a 1917. Considerado o segundo maior museu do mundo, perdendo apenas para o Louvre. 




Curiosidade: Catarina, a grande, foi a primeira a residir nele e a primeira a começar a montar a coleção de artes, que hoje se encontra exposta.



A visita vale muito a pena, mas para você conhecer todas as sessões necessita de, pelo menos, 7 dias. O lugar é nem grande! Nós passamos uma tarde nele e amamos. 





Valor da entrada em Março/2018: 700 rublos, algo em torno de 10 euros.


3- Palácio de Verão: 

Outra atração linda e que deve ser maravilhoso na primavera/verão e o Palácio de Verão, o lindo Peterhof




Ele é um pouco mais afastado do centro da cidade, mas nós recomendamos a visita. No verão é comum ir de barco, por ser mais rápido, mas no inverno, você chega somente de ônibus ou de carro. O trajeto demora cerca de 35 à 45 minutos.




Não conseguimos conhecer o interior do Palácio pois estava fechado (no inverno é baixa temporada), mas os jardins são lindos e arrisco dizer que, não perdem nada para Versailles. Mesmo com as fontes desligadas, e tudo cheio de gelo, a visita foi linda.




Dica: para quem não está acostumado com o frio intenso, recomendo visitar a Rússia na primavera ou verão.





E agora vamos falar sobre as catedrais de São Petersburgo?



4- a Catedral do Sangue Derramado ou a Igreja da Ressurreição do Salvador: 

Ela é a mais famosa, porém mais conhecida como a Igreja do Sangue Derramado. A igreja ortodoxa russa com aquelas cúpulas coloridas.



Curiosidade: local onde o Czar Alexandre foi assassinado.  



Quando eu a vi de perto eu não pude conter a emoção de estar vivendo aquilo, tão cheia de história e era algo tão sonhado por mim. Mas o que mais me surpreendeu foi o interior dela, todas as artes dentro da igreja foram feitas em mosaicos, lindos e bem detalhados. 



Valor da entrada em Março/2018: 300 rublos, algo em torno de 5 euros.

5- Catedral de Santo Isaac: 

Ela é linda e gigantesca! É a maior da cidade e a quarta maior do mundo. O seu interior parece um museu, com muitos detalhes riquíssimos por todo o lado.



Você pode subir na cúpula para ter uma vista privilegiada da cidade, mas, infelizmente, nós não subimos, pois ventava e nevava muito nesse dia.

6- A Catedral de Kazan: 

Ela é uma catedral que  nos surpreendeu, pois não parece ser ortodoxa. A sua construção é similar com uma igreja católica, lembrando bastante o Vaticano.



A cidade de São Petersburgo possui outras atrações turísticas, mas essas foram as que mais curtimos durante a nossa viagem. Cada uma possui o seu charme, sendo palco de revoluções e guerras.


Como andar em São Petersburgo?


Nós achamos uma cidade agradável para o turismo e em nenhum momento, sentimos ameaçados ou com medo de algo.





Atenção: lembrem-se que o cuidado com as bolsas e mochilas é importante em qualquer lugar! pois há pickpockts (batedores de carteiras) em todos os lugares.

Os preços são ótimos! Nós fazíamos as nossas refeições em bons restaurantes. Mas, para quem quiser economizar, pode comprar a comida nas barraquinhas de rua, que são ainda mais em conta.




Não sei porque eu demorei tanto para conhecer São Petersburgo! A Rússia é um país enorme, com muitos lugares para serem desbravados, mas já tenho planos de voltar a São Petersburgo em outra época do ano.


Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:


1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 

 

2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.












2 comentários:

  1. Adorei o post pois está muito bem escrito!! Ele me aguçou a vontade de conhecer esse imenso e lindo país em breve...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom?
      A Karine fez uma viagem fantástica! Aproveite para ler o post sobre Moscou. Beijos

      Excluir

Obrigada por sua mensagem!