PINTEREST

A imperdível fábrica de chocolate na Suíça: Maison Cailler!



Para que você possa otimizar o seu tempo e visitar Gruyeres e Broc no mesmo dia, sugiro que leia o post “Gruyères, uma vila medieval dos sonhos”.

Broc foi o local onde a Maison Cailler fixou raízes. François Louis Cailler nasceu em Vevey, em 1796. Local onde mais tarde, haveria uma concentração de fábricas de chocolates. O senhor Cailler iniciou a sua produção de forma artesanal e após o rompimento com o sócio, decidiu continuar com a produção de chocolates, investindo na construção de uma fábrica em um lugar amplo e perto dos fornecedores de matéria prima.



Não foi à toa que escolheu Broc para fixar e desenvolver sua nova fábrica. Teve outro sócio para fortalecer a produção em larga escala até fechar negócio com a Nestlé.

Hoje os chocolates são vendidos em lojas pelo mundo e reconhecidos pelo padrão de qualidade suíço. Há uma forte aliança entre a fábrica e seus fornecedores, que vai desde o leite e cacau, até a logística propriamente dita para que a matéria prima chegue em boas condições na fábrica.




Nesse post, "A imperdível fábrica de chocolate na Suíça: Maison Cailler!", escrevi como chegar e o que fazer na famosa Maison Cailler. 

Como chegar na Maison Cailler?

Eu peguei um trem em Gruyères até Broc. Se você tiver o Swiss Travel Pass, poderá pegar qualquer transporte público na Suíça, quantas vezes quiser, sem pagar mais nada por isso.



Estação de Broc

Dica 1: tire uma foto do horário do trem antes de sair da estação de Broc para ter em mente os horários de saída.

Dica 2: Não chegue muito em cima do horário de saída, pois ele não vai te esperar.. kkk. Esteja já na estação, quando ele chegar.





Como entrar na Maison Cailler?

Os guichês de venda ficam entre o chafariz de entrada e a porta principal da loja. As filas andam rápido e você precisa escolher uma língua para realizar o tour. Acho até que tinha em português, mas como iria demorar, escolhi o espanhol, que o grupo estava quase formado e seria um dos próximos a entrar.



Dica: a entrada é gratuita, para quem tem o Swiss Travel Pass.

Se estiver com mochila ou bolsas grandes, eles pedem que deixem as nos escaninhos. Você coloca uma moeda na porta do escaninho e retira a chave. Na volta, assim que abre a porta, a sua moeda é devolvida.

Dica 3: sempre tenha moedas de um e dois euros na bolsa. Vira e mexe, vocês precisarão delas.


O que fazer na Maison Cailler?

1- O tour é muito interessante. A Maison Cailler montou uma mega exposição para que o visitante conheça a história do chocolate, desde a sua invenção até a fabricação, hoje em dia.

A fábrica em si não está aberta para visitação. A visita na Maison Cailler é bem turística, mas riquíssima nos detalhes. Eu gostei!



Durante o tour, o visitante passa por salas interativas, onde pode escutar opiniões de pessoas que trabalham para a fábrica e também, cheirar e experimentar algumas sementes e temperos.

Mas a grande sensação do tour é a última etapa, onde você pode experimentar os chocolates da Maison Cailler.  Sim, você leu corretamente!! Você entra numa fila para experimentar todos os chocolates da fábrica.








Dica 4: os melhores chocolates estão no final da degustação.

Dica 5: deixe para comprar os chocolates na loja, após experimentá-los no tour, assim, saberá de quais mais gostou.

No final do tour, você pode fazer um registro através de foto na tela da TV da exposição, enviando a foto para o seu e-mail.

2- Cinema: há um filme contando a história da fábrica. O cinema fica localizado entre a  entrada e saída do tour.

3- Loja da Maison Cailler: ela é bem grande e toda setorizada, com tipos de vendas desde os chocolates avulsos até os vendidos em lindas embalagens. Apreciem com moderação! Kkkk.





Sugestões de hospedagem em Bulle (8min de carro ou 16min de trem de Broc):

1- Hotel des Alpes
2- IBIS Bulle
3- Hotel Restaurant de La Tour
4- Hine Adon Aparthotel Cheval Blanc
5- Best Western Hotel Rallye






Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:

1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 




2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.






22 comentários:

  1. Que os chocolates suíços estão entre os mais famosos do mundo ninguém tem dúvidas, mas acredita que não gosto de chocolate em geral? Conheço gente que ia sair rolando de um tour desse, mas acho que eu sairia com fome.. Kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manuela, tudo bom?
      Depois de algumas dietas, acostumei a não comer chocolate como antigamente. Mas há para todos os tipos e gostos, acredite!.. kkkk

      Excluir
  2. Uaaaaaaaaaaau que isso hein gente? Aí nos deixou aqui babando!! Realmente é uma visita obrigatória... Sabe se eles tem opção de chocolate sem leite?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luisa, tudo bom?
      Vixe, ficarei te devendo essa resposta. Não tive essa curiosidade no momento de minha visita. Bjus

      Excluir
  3. Só o passeio de trem já vale a viagem, heim? Eu não conheço esse chocolate especificamente, mas adoro os chocolates suiços. Ia pirar em poder experimentar todos. Bom saber que os melhores chocolates estão no final da degustação que a gente não come o mundo antes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sthefania, tudo bom?
      Essa é uma dica valiosa.. kkk.. vi muita gente nem experimentando os últimos da fila, pq já tinham se esbaldado logo no início. Beijos

      Excluir
  4. Nossa! Adoro posts como o seu, que dão dicas sobre passeios não tão convencionais mas nem por isso menos imperdíveis! Fiquei com água na boca lendo as dicas da visitação dessa fábrica de chocolates! Quando estiver viajando pela Suíça com certeza vou reservar um tempo para visitar esse lugar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvia, tudo bom?
      Sugiro que se hospede em Interlaken ou Montreux para fazer esse passeio. Eu gosto de detalhar a viagem para que os leitores passam pegar todas as dicas possíveis. Beijos

      Excluir
  5. Comprando minha passagem agoraaa pra poder experimentar os chocolates gratuitamente!! Hahaha. Adorei o post! Me lembrou a visita que fiz à fabrica da Havana em Bariloche, mas lá tinha que pagar e tinha só um chocolate quente pra degustar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaqueline, tudo bom?
      Esse passeio é TOP! Eles não economizam no chocolate.. kkkk... na verdade, acho que isso é uma grande estratégia de mktg para que você compre depois as caixinhas de chocolate na lojinha. kkk

      Excluir
  6. Esse passeio com certeza foi feito pra mim. Fico aqui só imaginando o cheiro desse local e claro o sabor dos chocolates. Finalizar o passeio podendo degustar os chocolates é sonho. Só espero que a fila não seja grande. rsrsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silmendes, tudo bom?
      Há sempre muitos visitantes na fábrica, mas as filas andam rápido. Eles organizam a visita através de grupos, deixando o clima mais harmônico. Sobre o cheiro?!Ele é fantástico!! Beijos

      Excluir
  7. Gabriela Rodrigues Cardoso13 de março de 2018 14:25

    Que delícia (literalmente) esse passeio...a melhor parte é poder provar todos os chocolates não é? Sem contar que a visita é gratuita com o Swiss pass....adorei e já vou colocar no meu roteiro pela Suiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela, tudo bom?
      O passe suíço foi uma ótima opção para mim! Fiz muitos passeios pela Suíça com ele, economizando um bocado. Beijos

      Excluir
  8. Ai estou com água na boca com esse passeio! Os chocolates suíços são coisas de louco! Já comprei esse chocolate em aeroportos e são realmente uma delícia! Eu adoro visitar fábricas de chocolate, sou de Campos do Jordão e lá tem várias rsrs, mas essa é bem mais bonita e mais elaborada. Pelo visto o Swiss Travel Pass vale muito a pena na Suíça né!, você entra em quase tudo com ele. To adorando sua série de posts pela Suíça e só tá aumentando minha vontade de conhecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liany, tudo bom?
      Sim, o Swiss Travel Pass me fez economizar um bocado. Mesmo ele não sendo barato, valeu muito a pena adquiri-lo. A minha viagem durou 20 dias e aproveitei todas as oportunidades que ele me ofereceu de ingresso FREE ou desconto de 50%. Sem contar que peguei muitos trens, barcos, tram e ônibus com o passe.
      Sobre chocolates, a Suíça é PERFEITA!! kkk... Você vai amar a visita na fabrica da Maison Cailler. Bjkas

      Excluir
  9. Muito boas as suas dicas desse passeio! Cheguei a conhecer essa fábrica e fiquei louco na lojinha no final, comprando tudo que podia! A sua dica de que os melhores chocolates estarão no final é muito verdade! E com relação a horário dos trens também. Tudo lá é muito pontual, Se estiver escrito que o trem sairá 7h01, as 7h eles fecham a porta e no momento que o ponteiro vira pra 07h01 ele sai, chega a ser bizarro !!!
    Quero muito voltar pra Suíça e to adorando seus posts com relatos de lá!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wagner, tudo bom?
      Que fantástico em saber que já visitou Broc! A dica que sempre escrevo, sobre os horários dos trens, é sempre checar no aplicativo ou tirar uma foto dos horários de volta. Dessa forma, os visitantes poderão se planejar e ficar o tempo suficiente na atração. Beijos

      Excluir
  10. Então é isso mesmo, você entra em uma fila para experimentar todos os chocolates da marca até ter uma diarreia daquelas boas? Quero!

    Boas dicas. Já fomos em museus de chocolate mais simples - um da Havana em Bariloche e um "Araucárias" em Campos do Jordão. Nada de degustação, e, mesmo assim, adoramos. Agora... museu de chocolate na Suíça e com degustação é OUTRO NÍVEL!

    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Igor, tudo bom?
      Essa visita foi fantástica mesmo. Além de você mergulhar na história encantadora do chocolate, ainda experimenta essas gostosuras da Maison Cailler.

      Excluir
  11. Meu Deus! isso não se faz kkkk
    que delicia de post!!! alem disso, amei as dicas, mto pertinentes e pensadas com cuidado, muito obrigada, vai ajudar muito a montar meu roteiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayz, tudo bom?
      Essa visita é um sonho de consumo mesmo kkkk... espero que tenha gostado das dicas e que possa visitá-la em breve. Bejos

      Excluir

Obrigada por sua mensagem!