Praias no Espírito Santo

7 templos imperdíveis em Ayuthaya, Tailândia!



Viajar para a Ásia foi uma experiência enriquecedora. Além de ter convivido com uma população culturalmente diferente da que estou acostumada, ainda tive o privilégio de conhecer parte da história asiática que foi desvendada pelos meus olhos ao visitar magníficos templos do século XIV.

Ayuthaya foi fundada em 1351 pelo rei Ramathibodi I e a capital da Tailândia até 1767, quando foi destruída pelo exército birmanês. Ao todo, teve 35 reinos e muitas guerras aconteceram durante esse período, permitindo que a capital fosse saqueada e destruída pelos invasores. Em 1991, a UNESCO declarou o Parque Histórico como Patrimônio da Humanidade

História é vida! E é a partir dela, que aprendemos como foi o desenvolvimento humano e cultural de cada região. A minha ida a Ayutthaya foi bem marcante e será escrita logo abaixo, detalhando os principais templos para visitação.


Cheguei em Ayuthaya de trem, vindo de Bangkok. Se quiser mais detalhes de como comprar uma passagem de trem em Bangkok, pode clicar aqui

Mas você também pode ir de carro, fazendo um bate e volta. Muitos viajantes pagam um guia em Bangkok para realizar esse passeio. No meu caso, prestigiei os guias locais de Ayuthaya e não me arrependi. Como eu tive mais tempo na cidade, ele finalizou o passeio em um lugar incrível (ver final do post). 


+ Planeje a sua viagem reservando por aqui: hospedagem em Bangkok



Sobre a minha logística, escolhi ir de trem para Ayuthaya por 3 motivos:

  • mais barato do que ir de carro;
  • já estava no caminho para Chiang Mai;
  • e ajudaria o turismo em Ayuthaya, pagando direto a população local.



GOOGLE MAPS

Ao entrar no trem, você deve prestar a atenção onde sentar, porque os vagões são numerados de acordo com as classes e há bancos reservados para os monges e alguns funcionários da empresa, que trabalham dentro do vagão.

Comprei o ticket da terceira classe, que me custou quase nada. Os vagões da terceira classe são reservados para a população local, possibilitando que eles possam viajar com baixo custo. Já tinha lido que na alta temporada, os guichês da ferroviária não liberam esse setor para os turistas, mas no dia que viajei, a classe econômica estava vazia e ofereceram essa possibilidade para mim.




Não precisa ter receio de comprar seu ticket por conta própria, pois os funcionários dos guichês falam inglês, além de ter um outro exclusivo, só para dúvidas e orientação quanto aos horários. Show de bola!

Os tickets foram muito baratos e em compensação os bancos são bem simples também. Nessa hora, nem mais importava qualquer luxo, pois o grande atrativo era observar o dia a dia dos locais e a movimentação dos ambulantes.




Por que eu fui de trem?


Como mencionei anteriormente, a minha proposta era de ter uma experiência diferente do que as agências de turismo geralmente oferecem, além do que, após a visitação, peguei um trem noturno, seguindo para Chiang Mai.

Não queria só dizer que fui a Ayuthaya e já estava visto. Queria entender a proposta do tailandês em apresentar as misteriosas ruínas de Ayutthaya ao mundo.



Essa cidade é mais do que ruínas do século XIV, ela foi a capital da Tailândia e teve um grande peso de poder, lutas e glória no passado.


Como foi a chegada em Ayutthaya?


Ao se aproximar das estações, o trem apita anunciando a sua chegada, mas percebi que a parada era bem curta. Mesmo com uma lista das paradas na mão, pedi ajuda para que os passageiros me avisassem quando a minha estação estivesse chegando.

Nessa altura do campeonato, eu já tinha mobilizado quase todo o meu vagão... kkkk... eu gostaria de sair com calma do trem e queria já me preparar para não marcar nenhuma bobeira.



E na verdade mesmo, acho que acabei chamando a atenção deles, porque era a única estrangeira por ali.. kkkk... O povo tailandês é gentil e bastante cortês. Se puderem ajudar, você pode ter certeza que eles o farão, mesmo que seja através de mímica.

Chegando na estação, fui direto para o guarda volume para deixar minha bagagem e de lá, contratei um tuktuk para fazer a rota dos templos.




Os tuktuks já ficam posicionados na ferroviária, no horário de chegada do trem. Mas cuidado para não perder muito tempo dentro da ferroviária, porque se tiverem muitos turistas no trem, talvez possa não ter tuktuk suficiente para todos.

Vi que alguns turistas fizeram a rota de bike, que também é bem interessante para quem tem mais tempo na cidade e é resistente ao calor da região.





O que visitar em Ayuthaya?

Abaixo, fotos dos templos mais visitados em Ayuthaya. Não deixem de visitá-los, cada um possui sua história e que você poderá conhecer, clicando nos links após os nomes dos templos.








GOOGLE MAPS





  • Wat Phra Si Sanphet: leia a história do templo, clicando aqui

GOOGLE MAPS








  • Wat Phra Mongkhon Bophit: leia a história do templo, clicando aqui.

GOOGLE MAPS







  • Wat Yai ChaiMongkol: leia a história do templo, clicando aqui.
GOOGLE MAPS











  • Wat Lokaya Suthram: leia a história do templo, clicando aqui.
GOOGLE MAPS







GOOGLE MAPS





Finalizando o dia com um presente dos deuses: pôr do sol em Ayuthaya!




40 comentários:

  1. Dani, Adorei o post! Super completo e repleto de dicas legais! Deu muita saudade desse paraíso vendo sua matéria. Vc preferiu Ayutthaya ou Angkor wat?

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz em saber que você gostou Lily. Tenho certeza que você vai aproveitar muito a sua viagem e tirar fotos lindas! Bjao

    ResponderExcluir
  3. Oi Márcio, amei os dois lugares! Cada um com suas características próprias e bem marcantes para o povo local. Em breve, estarei escrevendo sobre o Camboja no blog. Bjus

    ResponderExcluir
  4. Ai ninja! Que sonho! Você recomendaria quantos dias?

    ResponderExcluir
  5. Viajante Comum, seria interessante um dia cheio para visitar os principais templos de Ayuthaya. Acredito que não haja necessidade de pernoitar lá. Bjus

    ResponderExcluir
  6. Estou doida pra conhecer a Tailândia. Algumas pessoas me disseram que agora, como virou modinha, perdeu um pouco a cultura local. Isso é verdade?

    ResponderExcluir
  7. Que lugar incrível Dani. Pelo que entendi você fez um bate-volta de Bangkok só que de trem correto?
    É muito corrido visitar todos esses templos em um dia? Você fez a pé ou táxi como mostrado nos mapas? Existe hotéis em Ayuthaya? Beijos
    Leo

    ResponderExcluir
  8. Vivian, a cultura na Tailândia é milenar, impossível perde a raiz da história. O que talvez possa acontecer, ter um volume maior de visitantes nos locais sagrados e mais visitados pelo turismo. Bjus

    ResponderExcluir
  9. Leo, eu peguei o trem já para não fazer o bate e volta com Bangkok. A cidade de Ayuthuya está no caminho para Chiang Mai, então, deixei a minha bagagem no guarda volumes da ferroviária e voltei no final do dia para embarcar no trem noturno para Chiang Mai.
    A melhor opção para realizar o passeio em Ayuthuya é através de tuktuk. Os mapas são meramente informativos para ajudar quem estiver lendo o post a visualizar com mais clareza a localização dos templos. Bjus

    ResponderExcluir
  10. A Tailândia está nos meus planos e num futuro bem próximo, porém preciso de uns 35 dias para fazer tudo que quero, agora você me despertou mais um lugar maravilhoso, obrigado pelas dicas e fotos lindas!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O norte da Tailândia também é bastante visitado e vale conferir. Espero que a sua viagem saia logo, torcendo! Bejus

      Excluir
  11. O pôr do Sol é encantador... adorei as dicas e as construções são fantásticas. Parabéns pela escolhas das fotos foram muito boas.que lugar maravilhoso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um lugar mágico, onde foi capital da Tailândia por muito tempo. Cheio de construções históricas marcantes e templos lindíssimos. Obrigada por sua msg. Bjs

      Excluir
  12. Como eu amei Ayutthaya! Que delícia relembrar esse lugar lendo seu post e, como você disse, história é vida, é essencial conhecê-la nos lugares por onde passamos. Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, marca muito mais quando estamos no lugar. Obrigada! Bjs

      Excluir
  13. Adorei o post, as fotos, as dicas! Não vejo a hora de conhecer a Tailândia e seus templos. To seriamente em já incluir na programação pra 2018! beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que você vai amar a Tailândia. Bjus

      Excluir
  14. Dani, amei as dicas, os lugares são incríveis... arquitetura cheia de história, que maravilha! E esse por do sol?!?! Sou suspeita pois amoooo todo por do sol!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou apaixonada pelo pôr do sol e foi maravilhoso fechar o dia dessa forma. Bjus

      Excluir
  15. Todos os templos incríveis! Ótima idea ir de trem! Fotos muito boas. Mais um post top Dani.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A passagem de trem é muito baratinha. Para quem está economizando, vale a pena. Mas você não chega tão rápido em Ayuthaya como de carro. Bjus

      Excluir
  16. Que lugar incrível, Dani!! Não conhecia muito a respeito e agora já estou encantada. História realmente é vida e a melhor foma de conhecer é viajando.
    Adorei o post ♥
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre falo para os amigos que viajar é o melhor investimento da vida. Fico feliz que gostou. Bjus

      Excluir
  17. Nosso estilo de viagem é bem parecido: ter contato com a cultura local! Excelente post, cheio de detalhes bacanas. Parabéns, me deixou com muita vontade de conhecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro viajar de forma simples e conviver com os locais. Essa viagem foi uma experiência incrível em minha vida. Bjus

      Excluir
  18. Que experiência incrível Dani,cultura curiosa e enriquecedora. Está em meus planos essa trip. Parabéns pelo Post bjss Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você possa ir logo. De vez em quando, há promoções de passagens para a Asia pro Natal e Ano Novo. Eu fui depois do Carnaval. Bjus

      Excluir
  19. Que lugar lindo e abençoado!!
    Adorei a sua visão da viagem e como a conduziu... Vivendo a viagem e tendo todo esse entendimento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda viagem há um pré-planejamento e no decorrer dela, você vai acertando a programação conforme novas opções oferecidas no local. Conheço pessoas que optaram pagar mais caro para ir de carro. O meu objetivo foi vivenciar a cultura local indo de trem. Bjus

      Excluir
  20. Uau!!! Viagem com história me fascina.. e essa parece que realmente foi fascinante. Adorei o post, as fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi marcante e será uma história para toda vida! Bjus

      Excluir
  21. Impressionante este lugar. A paz transmitida pelas fotos é surreal, imagina lá na hora. Parabéns pela viagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma paz incrível! Os lugares possuem uma energia única. Bjus

      Excluir
  22. Nossa tenho visto tanta gente visitando a Tailândia que me dá vontade de começar a planejar!! Adorei o post!! Abraços, Renata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai amar a Tailândia! É um país que te oferece mil e uma opções para o turismo. As praias e ilhas são magníficas, mas não deixe de conhecer a parte histórica vinda dos templos. Bjus

      Excluir
  23. Uauu que Demaiss.. Esses templos são sensacionais e impressionante.
    Gostei tuktuks hehe..
    Viajei contigo nessa trip. Parabéns bjs Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado e curtido o meu relato. Obrigada!

      Excluir

Obrigada por sua mensagem!