Praias no Espírito Santo

Turismo e Viagem para São João Del Rei



    O tour que fizemos pelo estado de Minas Gerais foi curtinho, durou somente uma semana, mas o suficiente para que nós nos apaixonássemos por todos os lugares por onde passamos. 

   O estado de Minas Gerais é forte em suas tradições culturais e recebe tão bem os seus visitantes, que você fica até com vontade de transferir a sua moradia pra lá.


   Devido o desbravamento dos bandeirantes em busca de ouro e pedras preciosas, o estado de Minas Gerais tornou-se um centro econômico no século XVIII e houve um rápido povoamento.

  A mineração, no local, acabou inibindo o crescimento econômico de outros setores produtivos, sendo que somente no século XIX, houve a introdução da cafeicultura na economia local transformando essa atividade como principal meio econômico e desenvolvendo a região através de uma infraestrutura de transporte.

  Se você gosta de estar com a natureza, comer uma boa comida, comprar itens de decoração e visitar igrejas históricas, visite Minas Gerais!

SAO JOAO DEL REI MINAS GERAIS

   Hoje estarei iniciando minhas publicações pela cidade de São João Del Rei. Além de ser conhecida como cidade universitária, possui também uma vasta riqueza arquitetônica e cultural.


Onde fica São João Del Rei?

  No sudeste do país, localizada na Bacia do Rio Grande que faz parte do complexo da Serra da Mantiqueira.


SERRA DA MANTIQUEIRA


Como chegar? 

  Eu e o meu namorado gostamos muito de viajar de carro, então, traçamos uma rota que permitisse entrar em Minas Gerais pela Serra da Mantiqueira. Dessa forma, poderíamos curtir a paisagem dessa deslumbrante cadeia de montanhas.




Em quanto tempo leva uma viagem do Rio de Janeiro até São João del Rei?

  Bem, há diversos percursos que você pode traçar e isso vai depender da sua disponibilidade e do objetivo de sua viagem.

 Nós decidimos pegar a rodovia Presidente Dutra e entrar em Minas Gerais através da estrada MG354 que vai para Itamonte. Caso tenham o mesmo desejo, fiquem atentos após passar por Itatiaia, vindo do Rio de Janeiro. O caminho não está muito bem sinalizada e poderão perder a entrada. Recomendo que usem GPS.


MAPA GOOGLE_RIO DE JANEIRO_ITAMONTE

  Acredito que não fizemos o percurso mais rápido, mas de certa forma, tenho certeza que foi o mais bonito.


SERRA DA MANTIQUEIRA

   O objetivo por traçar esse caminho foi para que a viagem não ficasse cansativa, então, aproveitamos o dia para tirar algumas fotos, paramos em Itamonte e pernoitamos em Pouso Alto.


POUSO ALTO

Rio de Janeiro_Itamonte: aproximadamente 3h e 30min
Itamonte_Pouso Alto: aproximadamente 20min


  No dia seguinte, colocamos o pé na estrada e antes de chegar no nosso destino final, paramos em Caxambu para conhecer o Parque das Águas. 


CAXAMBU_PARQUE DAS AGUAS

  Já havia visitado, há alguns anos atrás, o Parque das Águas de São Lourenço e posso dizer que eles são bem parecidos.

Falarei sobre a visita que fizemos em Caxambu em outro post.


MAPA GOOGLE_POUSO ALTO_CAXAMBU


Pouso Alto_Caxambu: aproximadamente 40min
Caxambu_São João Del Rei: aproximadamente 2h e 30min


Quais cidades vizinhas que valem a pena conhecer?

  Há distritos pequenos próximos de São João del Rei, mas os lugares mais conhecidos são: Tiradentes, Bichinho e Santa Cruz de Minas.

  A cidade de Tiradentes é apaixonante! Ela fica na base da Serra São José onde oferece trilhas e cachoeiras sensacionais. Falarei mais dela em outro post.

  Já Bichinho, distrito de Vitoriano Veloso que pertence à cidade de Prados, recebe visitantes de todo Brasil devido suas lojas e ateliês com o melhor do artesanato local. O artesanato de Bichinho é mais barato e focado em peças grandes de decoração.


Quantos dias em São João del Rei?

  O tempo é muito relativo para cada viajante. No nosso caso, ficamos 2 dias inteiros na cidade que possibilitaram conhecer as principais igrejas e o famoso artesanato local.

Nós fomos em Fevereiro, depois do Carnaval, e o tempo estava um pouco instável, impossibilitando visitar todos os locais que queríamos.


Programação em dias sem chuva:

Dia 1:

Manhã: passear pelo centro histórico e conhecer o artesanato de São João Del Rei.
Tarde: visitar Bichinho.


Dia 2:

Manhã: finalizar o passeio pelo centro histórico de São João Del Rei e conhecer o distrito de Santa Cruz de Minas.
Tarde: visitar Tiradentes.

  Infelizmente não conhecemos os distritos de Bichinho e Santa Cruz de Minas porque choveu mais do que estava previsto. Então, nós decidimos ficar mais tempo pelo centro histórico de São João de Rei.

  No segundo dia, em Tiradentes, também choveu e como os restaurantes ainda não estavam abertos para receber o público noturno, nós decidimos voltar para São João del Rei.


Melhor época para visitar?

  Se você gosta de agito, a melhor época seria nos feriados de Carnaval e Semana Santa onde ocorrem às procissões e encenações da Paixão de Cristo.

  Mas se gosta de calmaria, o indicado é marcar a sua viagem fora dos feriados.

  O período das chuvas vai de Novembro até Fevereiro. Isso não significa que cairá um dilúvio, mas há chances que chova um pouco mais durante esse período.


O que fazer?

  A cidade de São João Del Rei possui um valor histórico grandioso devido às construções que foram mantidas desde o século XVIIi. Essas edificações são encontradas no centro histórico da cidade, na parte velha.

Dica: você consegue fazer todo o percurso a pé. As igrejas, museus e lojas não são tão afastadas uma das outras, podendo estacionar o carro em qualquer lugar próximo e desbravar o local a pé.





*Igreja de São Francisco de Assis: ela é uma das igrejas que representa arte colonial brasileira em São João Del Rei e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) devido a sua importância histórica por fazer parte das obras do mestre Aleijadinho o qual foi autor do projeto.


IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS


*Igreja Nossa Senhora das Mercês: é a que está localizada no ponto mais alto em comparação as outras pela cidade. Inicialmente, denominou-se Senhora das Mercês dos Pretos Crioulos e além de suas atividades espirituais, arrecadava fundos para alforria de negros escravos e assistências aos necessitados.







IGREJA NOSSA SENHORA DAS MERCÊS


IGREJA NOSSA SENHORA DAS MERCÊS

IGREJA NOSSA SENHORA DAS MERCÊS


*Catedral Basílica ou Matriz de Nossa Senhora do Pilar: ela é a sede da Diocese de São João Del Rei, representa a arte colonial brasileira e também foi tombada pelo IPHAN.


MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO PILAR

MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO PILAR

MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO PILAR

*Igreja de Nossa Senhora do Carmo: é uma das 3 grandes igrejas de São João Del Rei, construída na fase áurea do Rococó e uma das principais igrejas coloniais da cidade.


IGREJA NOSSA SENHORA DO CARMO

IGREJA NOSSA SENHORA DO CARMO

*Igreja de Nossa Senhora do Rosário: foi a primeira a ser construída na cidade de são João del Rei. A igreja foi construída pelos negros escravos que a frequentavam também. 


IGREJA DA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

IGREJA DA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

*Rua Santo Antônio: caminho que foi feito pelos bandeirantes e conhecida como a rua das casas tortas.


RUA SANTO ANTÔNIO

RUA SANTO ANTÔNIO

*Solar dos Neves: ainda hoje pertence à família do ex-presidente Tancredo Neves e está localizada em frente ao largo da Igreja de Nossa Senhora do Rosário.


SOLAR DOS NEVES

SOLAR DOS NEVES

*Memorial Tancredo Neves: apresenta toda trajetória do ex-presidente Tancredo Neves, divulgando cartas escritas entre ele e Juscelino Kubitschek, a evolução da marcha Diretas e o drama que envolveu a morte dele.


MEMORIAL TANCREDO NEVES

MEMORIAL TANCREDO NEVES
*Solar da Baronesa de Itaverana: é um solar imponente onde viveu a baronesa e foi transformado em espaço cultural. A casa é um exemplo de retrato da vida dela no início do século XVIX.


SOLAR DA BARONESA DE ITAVERANA

SOLAR DA BARONESA DE ITAVERANA
*Museu de Arte Sacra: o acervo reúne mais de 200 peças entre os séculos XVII e XVIX.

*Teatro Municipal: foi construído em 1983 e palco da cultura regional até a década de 70. Após alguns anos abandonado, ele foi restaurado pela parceria entre a prefeitura e a iniciativa privada.


TEATRO MUNICIPAL

*Ponte da Cadeia: tanto essa ponte quanto as outras de mesma estrutura foram construídas devido a um acidente ao qual envolveu um importante integrante da igreja católica e sua comitiva. A ponte da época não aguentou o peso e desabou, lançando-os nas corredeiras do rio que hoje é o Córrego do Lenheiro.


PONTE DE PEDRA E CÓRREGO DO LENHEIRO

  O acidente teve tanta repercussão, que providenciaram a construção de pontes de pedras que suportassem o peso dos transeuntes e resistisse a enchentes e tempestades.


PONTE DE PEDRA

  Outras pontes que foram construídas na mesma época: Ponte do Rosário, Ponte dos Suspiros, Ponte do Teatro e Ponte da Estação.


PONTE DE PEDRA

*Passeio de Maria Fumaça até Tiradentes: ele só acontece aos finais de semana ou feriados.

*Artesanato: muitas lojinhas vendendo obras em madeira, arte em estanho, trabalhos feitos à mão, em geral, peças decorativas.


ARTESANATO LOCAL

ARTESANATO LOCAL

ARTESANATO LOCAL






Nenhum comentário

Obrigada por sua mensagem!