Praias no Espírito Santo

Quer ser um doador de sangue?



Você sabe que pode doar sangue? E que essa doação pode salvar uma vida?

Se você tem entre 18 e 65 anos e mais de 50kg, pode doar sangue!




Meu relato:

  Sempre tive vontade de doar sangue como uma forma de ajudar o próximo. Em alguns momentos, eu não podia por causa do peso e em outros, pela falta de informação sobre o assunto, como: saber ao certo aonde ir e o que fazer.

  O difícil é dar o primeiro passo. É como se fosse uma grande barreira a ser atravessada, pois precisa ser bem planejado, podendo impactar na rotina diária.

  O que precisamos fazer é quebrar essa barreira, porque ela é fictícia. Eu só soube disso, quando doei pela primeira vez e presenciei a simplicidade do ato de doar sangue.

  A minha experiência aconteceu quando uma amiga havia comentado que sua sogra iria fazer uma cirurgia e o hospital estava solicitando doadores de sangue. Essa doação seria considerada um ato preventivo, para repor bolsas de sangue do hospital, caso houvesse algum contratempo na cirurgia. Na época, o hospital, no qual seria feita a cirurgia, tinha vínculo com a Santa Casa e de todos os lugares disponíveis para doação, achei a Santa Casa mais próxima da minha rotina.

  Confesso que fiquei um pouco receosa, pois essa instituição já foi muito mal administrada no passado e poderia não ter infraestrutura necessária para receber voluntários doadores de sangue.

  Mas quando cheguei lá, vi que estava enganada! Fiquei impressionada com a estrutura física do local: um lugar extremamente limpo, organizado, com profissionais preparados para atender e informar todo o procedimento de doação de sangue, o qual é bem simples.

  Esse procedimento é descrito por eles como triagem clínica e ela é concluída em poucos minutos. A triagem é da seguinte forma:
  1. Você apresenta um documento de identificação e será feito um cadastro de seus dados no sistema;
  2. Você recebe um formulário para ser preenchido;
  3. Depois, você é chamado para aferir o seu peso/altura e fazer o teste de anemia;
  4. Após isso, você é chamado para uma análise sucinta do formulário que você preencheu;
  5. E é chamado para entrar na sala de coleta para doar o sangue.



  Essas etapas são rápidas e o tempo ali fica por conta do https://www.google.com.br/maps/contrib/110434757553052948338/contribute/número de doadores no local.

  Desde a minha primeira doação até hoje, não tive problemas e sempre tive uma certeza: que o meu sangue poderá salvar uma vida!

  Sugerem que você não esteja em jejum, mas que evitem comer alimentos gordurosos nas 4h que antecedem a doação.

  Olha, sobre a retirada do sangue, todo o procedimento é muito bem cuidado. As poltronas da sala coletadora são confortáveis e inclináveis; o material descartável e as coletadoras são experientes e cuidadosas com os voluntários.

  A doação é equivalente a uma bolsa de sangue de volume proporcional ao seu peso entre 400ml a 490ml e após a doação, você recebe um lanchinho: sanduiche e suco.



  Na etapa final, você é encaminhado ao Serviço de Atendimento ao Doador onde eles perguntam:
  1. se está tudo bem;
  2. se você tem alguma reclamação com o procedimento realizado;
  3. entregam um papel para que você marque se libera o seu sangue doado para uma transfusão de sangue futura em algum paciente;
  4. presenteiam com uma lembrança da casa.



  As lembranças são diversas, como: chocolates BIS, calendários, chaveiros, garrafas squeezes, blusas... Elas serão entregues conforme o número de doações realizadas como um programa de fidelização.

 Na verdade, nem precisamos receber nada disso, mas é um forma de receber um agradinho da casa por sua boa vontade de ter doado sangue e porque não, uma forma de divulgação do trabalho que está sendo realizado ali.

  Eu gosto muito do meu chaveirinho! E agora recebi a garrafa squeeze que será muito útil para as aulas de natação.




Dia do doador voluntário de sangue:

  Fiquei sabendo há pouco tempo que dia 25 de novembro é o dia do doador voluntário de sangue.

  Haverá uma programação especial com os voluntários a partir do dia 23 de novembro, venha ser um doador também!



Observações e dúvidas:

  • Na minha última visita à Santa Casa, comentei do meu interesse em ajudar na campanha de doação de sangue e me apresentaram o Igor Cabrera, responsável por essa divulgação e que me atendeu muito bem, informando sobre o trabalho da instituição. Ele me enviou um material visual que está sendo exposto no corpo do texto e foi preparado para a campanha de doação de sangue. Aproveitei a minha passagem no local, para tirar algumas fotos para o blog também.
  • Você pode doar sangue em outros locais, na cidade do Rio de Janeiro, preparados para receber voluntários, como: o Hemorio (na rua Frei Caneca), Inca (na Praça da Cruz Vermelha), o Hospital do Carmo (na Rua Riachuelo) entre outros.
  • O objetivo do post é alertar que podemos ajudar ao próximo de uma forma simples e divulgar como essa doação pode ser feita.
  • Caso você precise, receberá um atestado de doação de sangue para apresentar no trabalho.
  • Horários de doação na Santa Casa: de segunda à sexta-feira de 7:30 às 15h, sábado de 8 às 12h. Rua Santa Luzia, 206, Castelo, Rio de Janeiro. Tel (21) 2524-6550/2220-7332.
  • Site: www.bancodesanguedasantacasa.com.br

           
   Agradeço a gentil colaboração do Igor Cabrera em disponibilizar os folders de campanha da Santa Casa e espero que eu tenha conseguido passar um pouquinho da minha experiência como doadora aos amigos e seguidores do blog.

 Como essa atividade acontece todos os dias, exceto feriados e domingos, será disponibilizada como uma atividade a ser feita no campo do blog: Rio de Janeiro.

  Espero que possamos fazer a diferença.

Bjus
Dani

Nenhum comentário

Obrigada por sua mensagem!